A autora do blogue 7 da tarde e ainda não lavei os dentes, esteve no evento de lançamento da marca Gold&Rouge em Portugal

 

 

Catarina Raminhos foi uma das convidadas do evento de lançamento da marca Gold&Rouge em Portugal, esta quarta-feira, dia 13 de março, nas cavalariças do hotel Pestana Palace.

À SIC Mulher, a mulher do comediante António Raminhos confessou que, apesar de gostar de sapatos, a paixão pelo calçado é muito recente: “Gostar de sapatos é uma coisa muito recente. Em miúda era botas e ténis, já mais crescida era botas, ténis e sandálias. Sapatos tinha alguma resistência a usar. Acho que são super elegantes, ficam bem com qualquer coisa, e agora sim posso dizer que sou uma mulher que gosta de sapatos”,frisou revelando que a filha do meio é a mais vaidosa. “A Maria Rita é muito descontraída, super desportiva, muito prática, a vestir, a calçar, em tudo, até na atitude. A Maria Inês é completamente princesa, adora sapatos, adora brilhantes, folhos, lantejoulas. Faz penteados super extravagantes. É muito criativa. Acho que ela vive muita esta coisa da moda sem saber, é dela mesmo. Às vezes vai para a escola, com roupa dela, mas parece que vai mascarada, e eu deixo ir porque acho que é importante” explicou.

Mãe de três meninas, Maria RitaMaria Inês e Maria Leonor, Catarina revelou que ter mais filhos não é opção e que o desafio da maternidade em nada tem a ver com o género: “Acho que ser mãe de três é um desafio, sejam meninas ou meninos. Por enquanto não sinto nada aquela coisa que se diz que as meninas são só do pai e os meninos são mais da mãe. O desafio pode ser daqui para a frente. A Maria Rita, por exemplo, que tem oito anos, já começa a ter algumas preocupações que eu acho que são mais do universo feminino, que são: ‘Mãe achas que eu tenho muitos pelos dos braços?’, ‘Quando eu crescer vou poder tirar os pelos como tu tiras? Não quero ser peluda’, ‘Achas que este penteado me fica bem?’. Eu acho que isto são coisas mesmo de menina, e é giro por isso”.

Quanto a António Raminhos, Catarina revelou que apesar de ser um pai babado, inicialmente o humorista queria um menino. “Quando nasceu a Maria Rita ele queria muito que fosse um rapaz e quando o médico confirmou na ecografia, e lhe disse que era uma menina, ele ficou muito triste, muito desiludido. O médico na brincadeira até dizia: ‘Olhe, ela vai crescer muito, não lhe vai é crescer mais nada’. Ele tinha aquela visão romântica dos homens, de ir levar o rapaz à bola, mas depois percebeu que com uma menina conseguia fazer isso tudo na mesma” começou por dizer. “Quando eu fiquei grávida da segunda vez ele já dizia: ‘Deus queira que seja uma menina’, já não pensava mais num rapaz. Depois veio a Maria Leonor. Três meninas, está rendido, não há nada a fazer. Acho que ele se sente confortável nesse universo. Ficou muito mais rico por estar rodeado de mulheres” rematou.

Fonte: Sic Mulher

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *